Blog

A mulher treina o inconsciente para negar a fome

A mulher treina o inconsciente para negar a fome

A anorexia é um distúrbio nervoso, que atinge especialmente mulheres muito jovens ou adolescentes, mas podendo atingir também mulheres em idade adulta. A anorexia se caracteriza pela aversão a comida. A mulher anoréxica não consegue comer, mesmo sentindo fome. Procuram trabalhar o inconsciente no sentido de sempre negar a fome.

A anorexia envolve fatores psicológicos, sociais e fisiológicos e está ligada a padrões sociais pre estabelecidos, auto aceitação, carência afetiva, manias de perfeccionismo, históricos de bullying.

Existem algumas profissões que se enquadram mais no grupo de riscos como: modelos, bailarinas, jóqueis y atletas olímpicos.

 

OS SINTOMAS MAIS COMUNS DA ANOREXIA

• Baixo peso (aspecto esquelético)

• Retardo de crescimento (em adolescentes)

• Aumento de incidência de cáries (Deficiência de cálcio)

• Depressão

• Idéias suicidas

• Falta de menstruação ou irregularidade do ciclo

As causas e sintomas da anorexia são praticamente as mesmas da Bulimia mas o principal ponto em comum entre as duas é a preocupação exagerada com a forma física devido às pressões sociais que definem padrões de beleza relacionados com baixo peso.

A mulher que sofre com anorexia, pode vir desenvolver a Bulimia, o que pode agravar ainda mais sua saúde pois, além da desnutrição, na bulimia a mulher começa a ter hábitos perigosos como o uso indevido de remédios, come, mesmo que pouco e vomita depois.

Na anorexia, a pessoa simplesmente não come de jeito nenhum. Esse distúrbio é responsável por 20% das mortes de pessoas com algum transtorno psicológico que morrem de ataques cardíacos devido a insuficiência de sódio e potássio, substancias essenciais ao bom funcionamento do coração. Quadro típico de desnutrição e desidratação.

O tratamento assim como na Bulimia consiste em psicoterapias e medicamentos, sendo que em casos mais graves, a internação hospitalar temporária se faz necessário.

Uma relação de confiança entre médico e paciente é importante para o bom resultado do tratamento.

FONTE: Diario Feminino

LINK:

http://www.diariofeminino.com/psicologia/disturbios/materias/anorexia-mulher-fome/