Blog

Dores nas costas são a segunda maior causa de aposentadoria por invalidez

Dores nas costas são a segunda maior causa de aposentadoria por invalidez

Conheça quatro dicas de exercícios para relaxar a coluna no trabalho

De acordo o Ministério da Previdência Social a dor na coluna é a principal causa de afastamento do trabalho, sendo responsável por quase 160 mil licenças anuais. Consequentemente, ela é a segunda maior causa de aposentadoria por invalidez, conforme aponta uma pesquisa realizada pela Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), órgão ligado ao Ministério do Trabalho.

– Além da predisposição genética, essas dores são decorrentes da sobrecarga na região lombar pela permanência muito tempo em pé ou sentada de forma errada, o que acarreta em lesões na coluna vertebral ou nos discos intervertebrais – descreve o Dr. Helder Montenegro, fisioterapeuta especialista em coluna vertebral, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna e diretor do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral.

O fisioterapeuta explica que outro fator responsável para o surgimento de dores persistentes nas costas no ambiente de trabalho é o sobrepeso.

– Como a parte superior do corpo é muito pesada e boa parte da população usa o tronco com um pouco de anterioridade (tronco projetado para frente), os músculos estabilizadores não têm a capacidade de manter a coluna por períodos prolongados nessa posição, ocorre então perda de força e de tônus muscular. Diante disso, a falta de força dos músculos dinâmicos (dos movimentos) e dos estáticos (posturais) contribui para o desgaste das articulações o que leva, em longo prazo, a uma calcificação das vértebras – explica o Dr. Montenegro.

Para prevenir o aparecimento de dores nas costas e relaxar a tensão na lombar, conheça alguns exercícios e alongamentos indicados pelo Dr. Helder que podem ser realizados em qualquer momento do dia. Veja abaixo:

Círculo com o ombro: sentada, coloque suas mãos sobre a mesa relaxe bem os braços, fique bem posturada na cadeira. Em seguida, realize movimentos de circulo com o ombro que ajudam a aliviar os pontos de tensão, responsáveis pela irradiação da dor para braços e coluna. Repita cinco círculos de cada lado.

Alongamento do pescoço 1: sentada, bem posturada, flexione a cabeça para frente e para baixo e mantenha por oito segundos (esse exercício não deve ser feito se a pessoa tem dores irradiadas para o braço) repita três vezes e volte para posição inicial, na sequência, vire olhando para a esquerda e para a direita fazendo uma pequena parada no final do movimento. O objetivo é alongar os músculos do pescoço e melhorar a circulação sanguínea na região. Faça os movimentos cinco vezes de cada lado.

Alongamento do pescoço 2: sentada, com o troco bem posicionado. A mão direita puxe a cabeça para o lado direito, inclinando ao máximo. Procure manter o ombro esquerdo para baixo durante o alongamento. Esse alongamento não deve provocar dores irradiadas para o braço.

Alongamento lombar: deitada de costas com os joelhos dobrados, abrace os joelhos com os dois braços e traga as coxas para se juntar ao tronco, nesse momento mantenha por 8 segundo. Repetir três vezes.

Mobilização lombar: deitado de costas com os joelhos dobrados e os pés apoiados no chão, em seguida, junte as coxas e pernas e realize movimentos para direita e esquerda sem tirar os pés do chão. Procure deixar os ombros e tronco em contato com o colchão.

FONTE: Zero Hora

LINK:

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/vida/noticia/2014/01/dores-nas-costas-sao-a-segunda-maior-causa-de-aposentadoria-por-invalidez-4405836.html