Blog

Estabilização Segmentar Vertebral

Estabilização Segmentar Vertebral

O QUE É ESTABILIZAÇÃO SEGMENTAR?

Estabilização Segmentar é um conceito que faz parte da Terapia Manual, o qual consiste em utilizar as estruturas musculares para proteger as estruturas articulares e neurais, baseados no conceito do “controle motor”.

POR QUE ESTABILIZAR A COLUNA?

Mais de 80% da população mundial ira ter a experiência de dor lombar alguma vez na vida.

 Aproximadamente 80% destas pessoas apresentam recorrência dentro de um ano após o primeiro episódio de dor lombar.

 Sabe-se tambem que esta dor pode desaparecer entre 4 – 6 semanas, porem os músculos Profundos, Locais (estabilizadores) permanencem em disfuncão, inibidos.

 Pesquisas têm mostrado excelentes resultados com a utilização dos Exercícios Terapêuticos Específicos.

 Cientificamente nenhuma outra forma de tratamento demonstrou tamanha efetividade na disfunção lombo-pélvica.

 Cerca de 10 milhões de brasileiros ficam incapacitados por causa desta morbidade;

 

Músculos do abdômen e da coluna são responsaveis por Estabilizar e Proteger a coluna e as estruturas neurais de lesões:

 Pesquisas tem mostrado que os músculos profundos, monoarticulares, são responsáveis pela estabilização articular.

 Os músculos estabilizadores possuem como características contração lenta e tônica.

 

CONSEQUÊNCIAS DA DOR NOS MÚSCULOS ESTABILIZADORES LOCAIS:

• Diminuição da area seccional tranversa (atrofia muscular), principalmente dos músculos estabilizadores.

• Aumenta fadiga muscular dos musculos profundos, diminui Resistencia, “Endurance”.

• Mudancas nas composições da fibra muscular de Tônica para Fásica.

Diminuição da atividade muscular mensurado atraves da EMG (EletroMioGrafia).

 

Os músculos não retomam sua atividade normal mesmo após resolução da dor, há necessidade de retreinar a musculatura local, profunda, estabilizadora.

 Deixando a Coluna Vertebral desprotegida.

 Déficit do controle motor.

 Diminuição da amplitude de movimento.

 Assimetrias.

 Perda de o controle articular.

 Alteração na qualidade do movimento.

 Inibição local e hiperatividade da musculatura Global.

 

CARACTERÍSTICAS DOS MÚSCULOS GLOBAIS (EX: BÍCEPS, TRÍCEPS):

 Músculos longos que cruzam varias articulações.

 Menor capacidade de promover estabilização.

 Clinicamente se tornam mais ativados e encurtados.

 Contração Fásica.

 Contração rápida.

 Sofre menos inibição que os músculos profundos.

 

Características fisiológicas dos músculos profundos (ex:Transverso do Abdomen, fibras profundas dos Multífidus Lombares, Vasto Medial Oblíquo, fibras inferiores do Trapézio entre outros):

 Músculos curtos cruzando apenas uma articulação , músculos locais;

 Contração tônica e de baixa fadigabilidade;

 Não muda atividade com a velocidade;

 Contração independente;

 Co-contração independente;

 Ativação antecipada;

 Ativação e função independente da velocidade e força;

 Sofre mais inibição;

 

ATENÇÃO NOS TRATAMENTOS ATUAIS:

 Não atuam na causa do problema nem na biomecânica (Ex:Eletroterapia);

 Tratamentos quiropráticos não reabilitam os músculos profundos;

 Tratamentos convencionais não reabilitam os músculos profundos;

 Treinamento muscular comum abdominal por exemplo não reabilitam os músculos profundos;

 Remédios não reabilitam os músculos profundos.

 

INDICAÇÕES:

 Dor Lombar agúda e crônica;

 Dor cervical;

 Dores irradiadas;

 Reeducação Postural Terapêutica;

 Apnéia do Sono;

 Reabilitação Desportiva;

 Incontinência Urinária e Fecal;

 Disfunção Temporomandibular – ATM;

 Síndrome do Impacto;

 Condromalácea;

 Artrose;

 Artrite;

 LER / DORT;

 Tendinite;

 Doenças Reumatológicas;

 Cefaléia;

 Joelho;

 Hérnia de disco;

 Espondilolistése;

 Espondilólise;

 Instabilidade Articular;

 Correção Postural;

 Ganho de Tônus e Força Muscular;

 Condicionamento Física;

 Reabalitação Cardíaca;

 Síndrome do Piriforme;

 Síndrme do Túnel do Carpo;

 Aumento da Flexibilidade;

 Consciência Corporal;

 Punho e Mão;

 Bursite;

 Distrofia Simpático Reflexa;

 AVC/AVE;

 Fibromalgia;

 

LINK:

http://centrodeterapiadacoluna.blogspot.com.br/2006/12/justificativa-mais-de-80-da-populacao.html