Drenagem Linfática Manual

A DLM é uma técnica manual que consiste em orientar o líquido excessivo do espaço intersticial (edema) para os centros de drenagem, mediante manobras cinésicas especializadas, estimulando o sistema linfático. A DLM é indicada quando existe um acúmulo de liquidos corporais formando o edema, nas intervenções estéticas e pós operatórias e nas patologias circulatórias. O sistema linfático é um via circulatória secundária de acesso por onde líquidos, proteínas e pequenas células provenientes do interstício são devolvidas ao sistema venoso. O sistema linfático é um sistema circulatório fechado e contínuo do corpo, formado por distribuição de capilares, pequenos vasos e linfonodos superficiais localizados sob a pele e outro profundo, onde o sistema consiste em vasos calibrosos, troncos e ductos.

É importante salientar que a DLM consiste em ativar o sistema linfático superficial por meio de manobras suaves e com pressão leve; desta forma o sistema linfático profundo é ativado reflexamente por indução ou por meio de mecanismos (ou recursos), não inerentes ao sistema linfático mas que auxiliam na propulsão da linfa. Cabe salientar que, não existe drenagem linfática manual profunda e é totalmente contra-indicado sair com hematomas após uma sessão de DLM. O hematoma é um sinal de que houve uma lesão ao manusear o tecido, o que não condiz com o objetivo da DLM, que é aumentar a motricidade do linfangion acelerando a drenagem linfática do organismo.

Indicações da DLM

  • Pré e pós cirúrgico das intervenções estéticas
  • Nos edemas sistêmicos (inchaço)
  • Linfedemas
  • Patologias circulatórias