Terapia Somática

Terapia Somática ou (“Somatic Experiencing®” – SE) é uma abordagem naturalista que tem como objetivo o tratamento de somatizações causadas principalmente por traumas, sejam estes de choque ou de desenvolvimento.  O tratamento foi modelado durante os últimos 30 anos  pelo ex-consultor da NASA, Peter Levine, Phd em medicina biofísica médica pela Universidade da Califórnia. Baseou seus estudos nas pesquisas neurofisiológicos sobre a teoria polivagal desenvolvida por Stephan Porges do departamento de Psiquiatria e Biomedicina da Universidade de Ilinois.

Os sintomas traumáticos são respostas neurofisiológicas incompletas que ocorrem em situações limite.  Estão relacionados à tensão residual que ficou acumulada no corpo devido à impossibilidade de uma resposta biológica de luta ou fuga.  Isto ocorre quando se é confrontado com um evento repentino e inesperado e potencialmente ameaçador à vida sobre o qual não se tem nenhum controle e contra o qual se é incapaz de responder eficazmente. A descarga não resolvida, resultante da frustração ou interrupção das respostas defensivas diante de uma situação percebida como ameaçadora, leva a uma desorganização do Sistema Nervoso Autônomo (SNA) e consequente tensão corporal e muscular.

A Terapia Somática é uma abordagem neurofisiológica de sensopercepção, que ajuda o sujeito a restaurar as suas respostas defensivas, restabelecendo a auto-regulação do SNA.  Transformar o trauma e reequilibrar a tensão corporal associada  passa, necessariamente, por permitir que padrões de ação não conscientes e biológicas aconteçam no corpo, seguida da descarga gradual da tensão que ficou retida no corpo. O intuito é ativar o sistema de auto-regulação do próprio corpo sem entrar em contato com o mecanismo de trauma.

Em relação à abordagem na percepção corporal, a Terapia Somática é uma ferramenta terapêutica bastante interessante no sentido de restaurar a comunicação entre corpo e mente devido ao alívio da tensão corporal.